O que é o Sonambulismo?

2019-08-20

O que é o Sonambulismo?

Já se levantou para comer ou até saiu de casa enquanto estava a dormir? Se algum destes episódios já aconteceu consigo, pondere a hipótese de ter Sonambulismo. Durante este artigo descubra mais sobre a temática, as suas causas, sintomas, consequências e se existe algum tipo de tratamento para corrigir esta desordem no sono.

O que é o Sonambulismo?

O sonambulismo é um tipo de distúrbio que ocorre durante o sono, mas que não o interrompe. É mais frequente entre as crianças, embora possa ocorrer em qualquer idade.Não sendo um transtorno grave, é avaliado como uma desordem “normal” quando se fala em aspectos do sono em criança.

Quais são as causas do Sonambulismo?

Apesar de existirem causas associadas, não se sabe ao certo o que desperta o sonambulismo, Isto porquê, porque o Sonambulismo por vezes é encarado como “algo que simplesmente acontece”. Contudo, e como referido, podemos identificar alguns fatores que levam a esta situação:

- Fadiga;

- Falta de sono;

- Ansiedade;

Alterações hormonais (na adolescência);

- Deficiência de magnésio;

- Consumo de álcool, sedativos ou outros medicamentos (na idade adulta);

- Nas pessoas mais idosas, o sonambulismo pode ser causado por uma doença cerebral orgânica.

Qual é o comportamento de uma pessoa com sonambulismo?

Uma pessoa com Sonambulismo geralmente caminha de forma desorientada e com um olhar vazio. O Sonambulismo faz com que o sonâmbulo se levante e faça as mais diversas atividades que, por norma, faz quando está acordado. Seja deslocar móveis, vestir-se, despir-se, falar sem sentido ou até sair de casa, são os tipos de comportamento que pode esperar de um sonâmbulo.

Os episódios de sonambulismo podem durar segundos ou largos minutos. No final, o mais certo é que o sonâmbulo volte a adormecer, contudo, poderá acontecer na sua cama ou em qualquer outro local. Estes episódios podem ser calmos ou agitados, depende sempre do que está “a viver” o sonâmbulo naquele momento.

Já se conhecem causas e comportamentos, mas como é que se diagnostica o Sonambulismo?

Se existirem comportamentos erráticos durante o sono, poderá ser um princípio disso mesmo. No fundo, é saber estar atento ao seu ciclo de sono e perceber, por comportamentos ou até mesmo por terceiros, se se comporta de forma anormal durante a noite. Contudo, peça uma opinião médica, porque através deste tipo de comportamentos podem ser identificados outro tipo de distúrbios relacionados com o seu sono.


Qual o tratamento para o Sonambulismo?

Em caso de sonambulismo, o primeiro passo a tomar será adaptar o quarto onde dormimos e até mesmo a casa onde vivemos. Não são necessárias mudanças radicais, contudo, deve ter ao seguinte:

- Colocar as chaves num local seguro;

- Certificar-se que fecha corretamente as janelas;

- Esconda os objetos cortantes.

Por outro lado, em alguns casos, pode ser útil o uso de medicação para reduzir os episódios de sonambulismo. Se preferir uma outra abordagem, poderá sempre seguir a Medicina Complementar e experimentar a Hipnose. Contudo, e voltamos a reforçar, peça sempre a opinião de um especialista do sono. Desta forma, garante que segue tratamento mais acertado.


Ainda nesta questão de formas de tratamento, a pergunta tem de ser feita: Acordar um sonâmbulo é perigoso?
 

A resposta é não. Não passa de um mito que ganhou dimensão com o passar dos anos. Na verdade, o mais correto a fazer nessa situação é evitar qualquer comportamento brusco com o sonâmbulo. Assegure-se de que a pessoa não faz nada que comprometa a sua segurança. O melhor 
é acompanhá-lo de volta para a cama.


Qual é então o futuro para uma pessoa com Sonambulismo?

Ao longo do artigo procurámos mostrar que o Sonambulismo não é uma doença grave embora possa ser um sintoma de um outro tipo de distúrbio ao nível do sono. Quer isto dizer, que pode ser uma sinal para adoptar comportamentos mais saudáveis. É essencial evitar o consumo de álcool ou substâncias que afetem o sistema nervoso central, repousar sempre que possível, reduzir o stress, a ansiedade e outro de situações que afetem o corpo.


Em suma, se tiver alguns dos sintomas que referimos, deve falar com o seu m
édico ou especialista do sono se sentir que está a afetar o seu dia-a-dia. No fundo, é procurar estar sempre atento ao seu estado de saúde e adoptar hábitos mais saudáveis, que proporcionem um melhor descanso.

Lígia Andrade
2019-08-18 11:58:59
Obrigado pela explicação foi útil .

Deixe o seu comentário!