Dicas para famílias em confinamento

2021-02-09

Dicas para famílias em confinamento

Agora que estamos todos em casa é preciso alguma paciência e imaginação para conjugar as diferentes rotinas. Às atividades em família e aquelas que fazemos para nós próprios, junta-se o teletrabalho com as reuniões e prazos de entrega que exigem a nossa maior concentração. Para além disso, as crianças estão em casa e precisam de muita atenção. Neste texto apresentamos algumas sugestões para que a boa convivência seja preservada numa altura em que estamos todos nos mesmos espaços.

Mantenha-se positivo!

Esta é uma altura em que as notícias menos boas chegam com alguma frequência. Abrem espaços de informação na televisão e as notificações não param de chegar ao smartphone. O excesso de más notícias pode ser prejudicial para o ambiente em casa. Opte por desligar as notificações das apps de notícias, reduza o tempo de televisão e consulte informação em sites fidedignos como, por exemplo, os governamentais. Existem aplicações para smartphone que só partilham notícias positivas. Instale e mostre-as a toda a família.

Mantenha as rotinas

Já o dissemos aqui, mas nunca é demais repetir. É fundamental para a sua saúde mental e para a boa convivência entre os membros do agregado que saiba fazer a divisão entre tempo de trabalho e tempo para a família. Aproveite o tempo com quem mais gosta para fazer exercício ou para preparar um programa divertido. Espreite estas nossas sugestões:

  1. Filmes para os dias frios

Crianças com aulas online?

Sabemos que pode ser menos fácil conjugar o emprego em regime de teletrabalho com as aulas online das crianças. Uma boa organização pode dar uma ajuda importante. Neste caso, as rotinas também se aplicam aos mais novos. São importantes! Vão fazê-los separar o tempo de brincar dos momentos para aprender. Faça um calendário com cores para identificar os diversos períodos do dia. Faça-o com ele. Vai ser divertido!

Fale com os professores

Mantenha o contacto, mas não deixe mensagem por tudo e qualquer motivo. É preciso um certo equilíbrio, porque os professores também têm outros alunos. Siga sempre as recomendações deles, porque percebem mais do que ninguém sobre os ritmos de aprendizagem. Sempre que possível, dê feedback, ajude nos trabalhos e não o sobrecarregue nas atividades. As crianças devem sentir prazer na aprendizagem!

Alerta stress!

É óbvio que em dados períodos se vai sentir mais agitado. Tente antecipar estas situações e previna-se com soluções. Uma pausa pode ajudar! O exercício físico ajuda a libertar tensão e um bom banho pode ser relaxante. Para além disso, fale sobre os seus problemas. A família também serve para a ouvir.

O confinamento em família pode ser também uma boa oportunidade para o reforço das relações, mas isso não quer dizer que não possa conversar e estar com outras pessoas. Telefone a alguém ou junte os amigos numa plataforma de videoconferências. Organize um quiz para todos ou aposte no jogo da mímica. Aproveite estes pequenos prazeres.

Deixe o seu comentário!