6 dicas sobre alimentação que podem ajudar o seu sono

2019-10-30

6 dicas sobre alimentação que podem ajudar o seu sono

Quando falamos em problemas de sono, não chega dizer que dormir pouco ou ir para a cama tarde são “maus” hábitos. É importante saber, por exemplo, que os maus hábitos alimentares também podem influenciar as noites de sono e o próprio descanso. Se desconhecia este facto, saiba que a alimentação pode alterar e muito as nossas noites. A pensar nisso, descubra agora 6 dicas sobre alimentação e o sono, que acreditamos que podem ser úteis para melhorar as suas rotinas diárias.

Alimentação e o sono: Qual a relação?

Por exemplo, sabia que muitos dos distúrbios do sono que temos podem resultar da falta de nutrientes ou de uma alimentação descontrolada? Atualmente, cada vez mais distúrbios do sono têm origem em problemas alimentares. No caso das insónias, estas podem surgir exatamente devido a este descontrolo alimentar. Problemas como:

. Realizar refeições grandes
. Ingerir hidratos de carbono, gorduras e alimentos com alto índice de açúcar
. Excesso de café ou álcool
. etc

São comportamentos que podem causar insónias, que a curto prazo podem parecer insignificantes, mas que a longo prazo podem-se tornar graves problemas e influenciar drasticamente as suas noites de sono.

Com efeito, que tipo de comportamentos alimentar deve adotar para melhorar as suas noites de sono? Descubra agora as 6 dicas sobre alimentação, com as quais pode melhorar o seu descanso, e mais importante de tudo, o ciclo do seu sono.

6 dicas sobre alimentação

1 - Atividade cerebral

Comer de forma saudável permite ao corpo absorver os nutrientes adequados ao cérebro para este produzir os neurotransmissores necessários para manter um sono adequado. E para isto acontecer, as rotinas alimentares são fundamentais para promover a atividade cerebral. No fundo, quando sacia a sua fome e do seu cérebro também.

2 - Qualidade e durabilidade do sono

A ingestão de alimentos ricos em nutrientes específicos (Triptofano, Cálcio, Melatonina, Vitamina B6 ou Magnésio) pode ajudar a promover uma melhor qualidade e durabilidade do sono. Caso dos frutos secos (nozes, por exemplo) ou dos laticínios. Se acrescentarmos ainda o facto de serem considerados alimentos que ajudam a dormir profundamente, podemos considerá-los verdadeiros “ajudantes” para uma noite de sono sem qualquer tipo de interrupção.

3 - Bebidas do Sono

Sim, estas existem e ajudam a dormir melhor. Exemplos: Chá de ervas ou águas aromatizadas. Este tipo de bebidas interfere em áreas do sistema nervoso e acalmam a frequência cardíaca durante o sono. Desta forma, tornam o descanso reparador. Por sua vez, este tipo de bebidas ajudam a regular o ciclo do sono e a controlar o despertar durante a noite.

4 - Momentos para comer

Estudos mostram que comer em certos momentos do dia pode afetar o seu sono. Por isso aconselhamos a ter uma rotina. Ajuste o seu relógio alimentar e coma quando sentir fome. Tal como referimos na primeira dica, as rotinas alimentares são muito importantes no que toca à atividade cerebral, porque estando energias e nutrientes repostos, o corpo funciona muito melhor e fica mais desperto ao que o rodeia.

5 - Alimentos que “roubam” o sono

Alimentos como o queijo, café, açúcar ou o álcool, são inimigos do sono. Quando ingeridos sem controlo, podem prejudicar seriamente o sono e causar distúrbios nas suas frequências. As insónias, voltamos a referir, podem acontecer por falta de determinados nutrientes ou então devido a descontrolo alimentar. Por isso, se tiver problemas em dormir, a ingestão de qualquer um destes tipos de alimentos, deve ser sempre ponderada.

6 - Hábitos alimentares

Deve evitar realizar grandes refeições e beber muitos líquidos antes de dormir. Por um lado, corre o risco de se levantar para ir ao wc enquanto dorme. Por outro, o processo de digestão pode ficar comprometido e corre o risco do seu metabolismo não funcionar corretamente.

Referir por último, que um estilo de vida saudável, juntamente com com este tipo hábitos alimentares potencia também uma rotina de sono mais tranquila e sem agitações.

Vai aproveitar as nossas dicas sobre alimentação? Está pronto a mudar?

Em suma, está nas suas mãos poder mudar. Esperemos que estas dicas sobre alimentação se tornem ferramentas para melhorar os seus hábitos alimentares e consequentemente o seu sono. Não se esqueça que o nosso corpo está todo interligado, e por vezes, os problemas mesmo sem razão aparente, podem ter causas onde menos se espera.

carlos aires
2019-11-05 08:23:21
Bom artigo nunca é demais ler e aprender sobre este tema.

Deixe o seu comentário!