Loading...
  • Promoções Molaflex®️. Ter oportunidades destas é um descanso.
  • 23 de Setembro, 2022

    Como é que a cafeína afeta o nosso descanso? pelo Dr. Javier Albares

    Dr. JAVIER ALBARES – Espanha ocupa o 19º lugar no mundo no consumo de café. Os espanhóis bebem, em média, 4 cafés por dia. Assumindo um ano, dá a quantidade nada insignificante de 14.000 milhões de chávenas de café.

    O café é um poderoso estimulante do sistema nervoso central. Ele bloqueia os sinais que transmitem ao nosso cérebro que precisamos de dormir. Mantém-nos alerta e aumenta o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea. A cafeína começa a atuar no espaço de 15 minutos e tem uma duração entre 5 e 12 horas (dependendo do metabolismo de cada pessoa). Após 6 horas de tomar um café, 50% da cafeína está ativa no cérebro e após 12 horas, ainda está ativa 25%.

    O que é que isto significa?

    Se tomarmos o nosso último café do dia às 14h30, às 23h30 ainda podemos ter cafeína no nosso corpo. Isto pode tornar difícil adormecer e manter o sono.

    O consumo de cafeína está também associado à divisão do sono e a uma redução do tempo total de sono. Beber mais café do que o recomendado tem um impacto na qualidade do sono, o que nos pode deixar cansados de manhã e fazer-nos sentir a necessidade de beber mais café para nos mantermos acordados.

    Isto pode ser um indicador de como está o nosso descanso. A sensação de necessidade de café para ficar acordado de manhã deve ser considerada como um sinal de aviso de privação de sono.

    O café descafeinado é uma boa alternativa?

    O café descafeinado contém pequenas doses de cafeína (cerca de 20% de um café). O abuso deste tipo de café, e dependendo da nossa sensibilidade à cafeína, também pode levar a dificuldades de sono.

    Para aqueles que gostam de apreciar café, a recomendação dos peritos é beber um café de manhã e, se quiser tomar outro ao meio-dia, este deve ser descafeinado.

    --> /2022/09/23/como-e-que-a-cafeina-afeta-o-nosso-descanso-pelo-dr-javier-albares/