Loading...
  • Promoções Molaflex®️. Ter oportunidades destas é um descanso.
  • 9 de Setembro, 2022

    As aranhas também sonham?!

    Da próxima vez que avistar uma aranha pendurada de cabeça para baixo em sua casa, poderá estar a dormir um pouco como os humanos.

    A ecologista comportamental Daniela Rößler fez esta descoberta acidental quando observou aranhas saltadoras penduradas no seu laboratório pela primeira vez em 2020. Rößler e a sua equipa de investigação publicaram recentemente as suas descobertas na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

    Rößler, uma investigadora da Universidade de Konstanz na Alemanha, começou por estudar as interacções predador-presa em aranhas. Utilizou aranhas bebés para a sua experiência, e oportunisticamente filmou os animais durante a noite utilizando uma câmara de infravermelhos.

    As aranhas exibiam algo como movimentos rápidos dos olhos (REM), um comportamento que nós e muitos animais experimentamos frequentemente quando dormimos. Durante a REM, as atividades no corpo como o ritmo cardíaco aumentam, enquanto os olhos permanecem fechados e se movem rapidamente.

    Enquanto observava as aranhas, a equipa de investigação também observava os animais a contorcerem ocasionalmente os seus membros, outro comportamento REM clássico. Em conjunto, estas descobertas sugerem que poderia existir um estado sonhador, semelhante ao sono, nas aranhas. Já existem provas de que as moscas da fruta dormem. Mas esta é a primeira vez que o padrão REM foi documentado numa aranha saltadora, disse Rößler.

    Mas o que nos parece ser o sono pode ou não ser o sono em aranhas. Embora as descobertas da equipa de investigação sugiram muito que as aranhas dormem, as provas ainda não são certas, observou Rößler.

     “Se queremos realmente compreender a função do sono, precisamos de olhar para ela onde ela acontece”.

    Como uma extensão desta investigação, Rößler planeia realizar estudos do sono numa atmosfera de campo, em vez de capturar aranhas e estudá-las num ambiente artificial de laboratório. “Se queremos realmente compreender a função do sono, precisamos de olhar para ela onde ela acontece”, explicou ela.

    No entanto, o ambiente de laboratório ainda produziu resultados convincentes. É um estudo bem feito que documentou os tremores em aranhas, disse Mark Blumberg, um professor da Universidade de Iowa que investiga os tremores e o sono REM em ratos e bebés humanos. Blumberg não fez parte deste estudo recente.

    --> /2022/09/09/as-aranhas-tambem-sonham/